Lanidor e companhia (pt only)

Janeiro 3, 2011

Estou oficialmente “a queimar neurónios” com o mestrado. Após semanas a bater, literalmente, com a cabeça na secretária para um trabalho que tenho de entregar daqui a duas semanas, mandei aquilo tudo ao ar e resolvi começar do zero. Acabei por-me decidir na análise de um artigo que poderá servir de base para o brainstorming da tese. Conhecimento “high-tech” nas indústrias de baixa tecnologia.
Baixa tecnologia não é propriamente mau. Portugal têm um tecido industrial maioritariamente de baixa e média-baixa tecnologia (sectores como a borracha e os plásticos, indústria metalurgica, indústria textil, de papel, cortiça ou calçado), segundo a classificação da OECD. Mas quem não tem cão caça com gato, rato ou pássaro e grandes grupos nacionais como o grupo Nabeiro (do nosso rico café Delta e Camelo), o grupo VisaBeira (que está metido em tudo desde a Vista Alegre, telecomunicações, turismo e construções)ou o grupo Lanidor.
Quero contar-vos coisas do Grupo Lanidor e de algumas das marcas que dele fazem parte, quer por criação quer por aquisição. Este grupo facturou, em 2009, 51 milhões de euros (90% em mercado nacional) e estima que o ano passado esse valor ascenda aos 65 milhões (somos tão pobrezinhos, não é?). Algumas das marcas associadas ao grupo são a Lanidor (como é óbvio), a LA Kids&Junior, LA Caffé, LA Spa, LA Factory & LA Loft(outlets), o LA Hotel da Av. da Liberdade em Lisboa, o LA Mag, a Casa Batalha criada em 1635 e depois adquirida pelo grupo, a Globe e a mais recente aquisição (que eu saiba) a Companhia do Campo. Como vêem, as tais indústrias de baixa-tecnologia têm o seu charme se se souber gerir e aproveitar o que elas têm de bom.

A Lanidor prende-se não só com uma marca mas com um estilo e modo de vida, dotado de antiguidade e inovação ao serviço das satisfações dos seus clientes e que progressivamente têm conquistado o mercado nacional e internacional presente em doze países e preparando-se para entrar em mais seis este ano.

Quem é que já não “babou-se” em frente a uma loja Lanidor, ou Casa Batalha, ou Globe? Gostos não se discutem mas eu acho que têm bom gosto!

Continuam a achar que o nosso tecido empresarias está decrépito?

Comentem, entretanto, volto ao estudo.

xoxo,

M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: